segunda-feira, 29 de março de 2010

Ricky Martin sai do armário! Cantor se assume homossexual!

rickymarting_gay_homossexual

Ricky Martin, cantor mundialmente famoso, decide sair do armário e se assume publicamente como homem homossexual.

Em seu blog, Ricky Marting diz "Tenho orgulho de dizer que sou um felizardo homem homossexual. Sou muito abençoado em ser o que sou".

Segundo consta, o cantor só resolveu se assumir pois começou a escrever sua biografia e não iria se sentir bem escondendo tal segredo de seu público. “Muita gente já me disse que ‘não é importante’, ‘não vale a pena’, ‘o seu trabalho desses anos todos vai por água abaixo’ (...). Foram pessoas que eu amo muito que me disseram isso, e por isso decidi viver a minha vida sem contar toda a verdade”, explica o cantor.

Ricky Marting é pai de dois filhos (por insiminação artificial) e, aos 38 anos, sai finalmente do armário. Que este ato seja um incentivo para tantos outros que estão ai, vivendo uma vida dupla e infelizes por esconder algo que nunca deveria ser escondido. Parabéns Ricky Martin!

domingo, 28 de março de 2010

Filme homoerótico "PECADO DA CARNE" estréia em SP, RJ, Porto Alegre e Brasília

filmeopecadodacarne

Filme "Pecado da Carne" tem estréia programa para 02/04/2010 em São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Brasília. Assista!

PECADO DA CARNE (Eyes Wide Open / Einaym Pkuhot)
Origem, ano e duração: Israel/ Alemanha/França x 2009 x 91 min.
DIREÇÃO: Haim Tabakman

Sinopse: Em um bairro ultra-ortodoxo de Jerusalém, de nome Meah Shearim, vive Aaron Fleishman (Zohar Strauss), pai de quatro filhos e administrador do negócio da família, um açougue kosher, herdado depois da morte de seu pai. O mundo observador das regras de Aaron se transforma completamente com a chegada do jovem estudante Ezri (o belo galã da TV Ran Danker). Ambos começam a passar tempo juntos, e por períodos cada vez maiores, levando Aaron a ser imediatamente discriminado em sua comunidade. Confrontado pelo rabi Vaisben (Tzahi Grad), Aaron declara que se sentia morto antes de conhecer Ezri. Mas a reação forte e violenta de moradores locais força o jovem a tomar uma decisão. O roteiro de Merav Doster explora com sinceridade os impasses de comportamento dos personagens e trata com elegância e intensa sensualidade o momento em que a paixão entre os dois finalmente se consuma. O longa conquistou o prêmio de melhor ator para Strauss no Jerusalem Film Festival deste ano e foi exibido na mostra “Un certain regard” na última edição do Festival de Cannes em 2009.

sexta-feira, 26 de março de 2010

Comunidade Gay: Campanha Fora Dourado!

foradourado-mafiadourada

Você pode até não simpatizar com o Dicesar e achar ele uó, como vi muitos comentários de gays que não estão do lado dele. Tudo bem, é um direito. Eu não sou amigo intimo dele mas, sempre que ele me encontra por ai (a ultima vez foi no camarim da boate 1001 em Curitiba) ele me trata super bem. Um dia me presenteou com um DVD feito sobre sua vida. Espetacular o trabalho (que puder assista!). E olha, dá trabalho mesmo ser drag queem. Mas enfim, o fato é que, gostando ou não dele, o Marcelo Dourado TEM QUE SAIR!!!! Um cara que perde um prêmio e dá socos no chão, que maltrata mulheres, que é contra os gays e tem uma tatoo nazista, não merece ganhar 1 milhão. Sei que ele é um ser humano como qualquer outro, com qualidades e defeitos, mas o lance aqui é simpatia e eu, e muita gente, não simpatiza com ele. Que ele seja feliz, arrume sua vida, case, que a familia e amigos dele tenham muita saude. Mas não quero que ele ganhe. Então, vamos com essa campanha, clicar lá e votar. Várias vezes e a todo o momento. Beleza?

O link para votação é este aqui: http://bbb.globo.com/BBB10/Paredao/Votacao/0,,17411-p-2849,00.html

E boa sorte Dimmy Kier/Dicesar. Torço muito por você. Espero que ganhe. E se não ganhar, que esta exposição traga ainda mais ofertas de trabalho pelo Brasil afora e que o cachê seja aumentado. Você é e sempre será um vencedor (para trabalhar na noite gay tanto tempo, tem que ser!).

Abração a todos! E votem! Vou replicar este post no meu blog do Mix Brasil, no meu site pessoal, no portal Armário X e no Homossexualidade.net. E pedir para amigos blogueiros e donos de sites/portais gls que ajudem nesta campanha. Fora Dourado! Além de passar o link direito no meu Twitter!

terça-feira, 23 de março de 2010

Como lidar com meu filho homossexual? Meu filho gay? Minha filha lésbica?

meufilhoegay_eagora_oquefazer_fabricioviana

Com certa frequencia sou procurado por mães e pais que acabam de descobrir que seu filho é homossexual. Muitos me escrevem de forma tranquila, querendo saber mais informações a respeito da homossexualidade e acabam comprando meu livro para ajudar nesta compreensão. Outros, mais desesperados (e não são poucos), contam histórias de causar arrepios. E, na maioria delas, o problema é mesmo a falta de informações sérias a respeito da homossexualidade.

Hoje resolvi compartilhar com vocês a carta de um pai desesperado que recebi nesta semana. Nome será mantido no anonimato. Vou colocar tanto o conteúdo do email dele quanto a minha resposta.

============================
E-mail do pai procurando ajuda.
============================

Enviada em: sexta-feira, 19 de março de 2010 23:10
Assunto: ajuda!


Fabrício, após inúmeras pesquisas na internet sobre a homossexualidade, encontrei sua obra: "O Armário".

Recentemente ( há apenas 6 dias ), nosso filho nos contou sobre sua opção sexual, afirmando ser gay. Foi um golpe muito grande para nós. Estamos sofrendo muito. Desde então, minha vida tem se resumido em pesquisas sobre o tema. Não consigo aceitar essa situação e penso sempre, todos os dias, que tudo isso vai passar e ele vai dizer que estava enganado sobre isso.

Eu disse a ele que o amo e que meu amor por ele é verdadeiro e que nunca acabará. Tentei buscar forças. Mas estou sofrendo muito. Perdi a vontade e o prazer da vida. Meus projetos, meu trabalho, tudo para mim perdeu importância. É um momento de transtorno, de dúvidas, de desespero.

Precisamos de ajuda. Peço sua ajuda, por favor. Não consigo conter as lágrimas... minha mente vaga e dá lugar a pensamentos cruéis, como, por exemplo, renunciar à vida. Desde o dia que soube, me entreguei ao álcool. Somos uma família com um casal de filhos e essa notícia, por enquanto, está somente no seio familiar (eu, minha esposa e filhos).

Li sobre seu livro "O Armário" do Fabrício Viana, preenchi os dados para compra. Só falta efetuar a transferência.

Ficarei eternamente grato pela ajuda.

Um abraço.

*******

============================
Minha resposta
============================

*******,

Que bom que chegou até aqui. Fico triste quando “a busca” de informações sobre a homossexualidade acaba caindo em sites de pessoas e profissionais que promovem, erroneamente, a “cura da homossexualidade”. É um atentado contra a vida humana tentar curar algo que não tem cura. É a mesma coisa do que tentar ou fazer de tudo para que você ******, deixe a heterossexualidade e passe a ser um homossexual. Se você pode ser convertido, imagine que seu filho também possa. Se você não pode ser convertido, seu filho também não. Porque a “mudança” vem de dentro e não tem nada que eu ou você possa fazer para que ele “seja outra coisa”.

Isso é um ponto. Sobre o golpe da notícia e perder a vontade de viver. Se entregar ao alcool, etc. Entendo perfeitamente. Os pais nunca educam seus filhos pensando na possibilidade dos mesmos terem outro tipo de orientação sexual. E quando isso acontece a maioria das vezes não sabem como lidar. Mais ainda por vocêr ser pai, homem, e ter – consciente ou inconscientemente – o machismo ditando regras em suas condutas e no seu estilo de viver. Aquela velha idéia de que “homem não chora”, “homem tem que ser macho e casar com uma mulher” e ai por diante. Você escutou isso durante toda a sua vida e agora vê que seu filho foge de todas estas “regras”. É realmente uma situação dificil.

Porém, dentro de sua história, vejo uma coisa muito bacana. A abertura que seu filho teve para ir até você e dizer abertamente que é gay/homossexual. Acredite, para fazer o que ele fez (independente da circunstância), ele teve que buscar forças enormes e o maior medo dele neste momento é sofrer a rejeição de vocês. O que ele busca é compreensão e apoio. Nada de castigos, nada de cortar vínculo, fugir do assunto, etc. O jeito é sentar e conversar. Se a situação é dificil para vocês, imagine que para ele é mais ainda. Porque quem vive este drama é ele. E talvez o maior problema nisso nem seja ele ser homossexual, para ele isso pode até ser tranquilo, o maior problema mesmo é a relação dele com vocês. Mais uma vez o medo de ser rejeitado e de ser deixado de lado. O qu ele precisa, lembre-se disso, é de apoio incondicional. E nada de “negar” a homossexualidade dele. Se ele tem certeza disso ou dúvidas, quem irá sanar tudo isso é ele mesmo, com base nos instintos e desejos dele. O que resta de você, de sua esposa e de sua outra filha é mesmo “tentar entender”, “respeitar a orientação sexual dele” e “não abandonar”. O resto, acredite, você aprenderá com o tempo e com o novo estilo de vida dele que, se for analisar, não será diferente de um estilo de vida heterossexual. Apenas os parceiros dele serão diferentes. Ela irá namorar como todos, ou será “galinha” como todos, enfim, ai é outra etapa. Frise na educação sexual sempre. O uso de preservativos. Enfim, ai é educação sexual mesmo. A mesma educação que daria a um filho heterossexual. Alias, como o passar dos anos, escreva isso, você verá que não tem tanta diferença assim (ele irá amar e sofrer como todo ser humano). Mas é claro que existe. Tem preconceito (nosso e social) e uma série de fatores que precisarão ser superados.

Mas o que precisa ser resolvido mesmo, esta ai, dentro da sua cabeça. A leitura do meu livro poderá ajudar muito (se não fez o pagamento pelo site, corra, pois devo ter somente mais 8 exemplares no estoque – semana que vem a página de vendas deve sair do ar). Na primeira parte dele tem uma autobiografia minha e logo em seguida vem a história da homossexualidade, a história da condenação religiosa e científica, relações familiares e principalmente uma introdução ao machismo. Esta ultima com certeza lhe será de muita utilidade caso consiga compreender plenamente o que diz lá. Vai ser tão importante sacar o funcionamento do “machismo” não só para entender seu filho homossexual mas também para entender um pouco de si mesmo.

Espero que meu breve e-mail (minha vida é uma correria) possa lhe ajudar. Dificilmente consigo responder e-mails mas o seu, como muitos outros de pais e mães aflitos, sempre me chamam a atenção. O mais interessante é que muda o cenário e os personagens, mas o drama é sempre o mesmo. E, já que é o mesmo, espero que vocês todos possam passar por ele da melhor forma possível. Não é fácil. Mas, novamente, o jeito é aceitar, compreender e “reformular” todo o conceito negativo que temos com relação a homossexualidade. Lembre-se que as dificuldades da vida são as mesmas, apenas o caminho a percorrer será diferente. E ele poderá ser tão grandioso como o que já estava planejado. Vai depender de todos vocês.

Abraços e boa sorte por ai!

Fabrício

Fabrício Viana
http://fabricioviana.com
http://twitter.com/fabricioviana

Drag Queens de Curitiba fazem tributo Odelair Rodrigues. Maitê Schneider apresenta.

As  mais  famosas  drags queens de Curitiba, se reúnem neste dia 27 de março,  às  23  horas,  para  fazer  um  tributo  em memória a Odelair Rodrigues, e salvar seu expaço cultural.

Odelair  Rodrigues (in memoriam), é uma das mais conhecidas atrizes da capital  paranaense  e   teve  importante papel no movimento artístico teatral nos anos  50.

Na televisão, Odelair Rodrigues fez programas humorísticos com Ary Fontoura e as novelas "Escrava Isaura", "Estranha Melodia", "Vida Roubada", além de um dos grandes sucessos da televisão brasileira, "O Direito de Nascer".

Ao longo de sua vida, teve seu talento reconhecido através de vários prêmios de melhor atriz, recebidos em 1956,1977 e 1979. Também foi agraciada com o Bicho do Paraná em 1990 e Curumins, do Canal 6.

maiteschneider_tributo_odelairrodrigues

O show do tributo drag, acontece neste sábado, dia 27/3, às 23 horas e terá  como apresentadora Maite Schneider (foto acima), que doou seu cachê para este evento beneficente em prol da cultura da cidade.

Segundo Maite: "É muito importante que as pessoas comecem não só a ter sua memória ativada, como salvar tudo que já foi construído até agora. Muito  digno  que  tenha partido de um grupo de drags esta iniciativa, pois  muitas  vezes  elas  nem  são  lembradas  enquanto  artistas que verdadeiramente  são.  Fico orgulhosa de poder estar participando como voluntária  desta  ação  em prol do resgate deste importante espaço da cena  cultural  curitibana.  Espero que a gente consiga não deixar que mais  este  espaço  feche-se. Curitiba precisa mostrar sua força. Como diz  a  grande  Fernanda  Montenegro  -  ""Investir  em  cultura não é caridade:   é   uma   parceria   que   ajuda   a  projetar  o  Brasil internacionalmente." - conclui Maite.

SERVIÇO:
Um tributo DRAG em homenagem à dama do Teatro Paranaense
Dia 27/3/2010
Horas: 23 horas
Apresentação: Maite Schneider
Shows com Linda Power, Brigitte Beaulieu, Betty Boo, Pamela Becker, Barbara Bouth, Bettina Brasfont e outras
Endereço Teatro Odelair Rodrigues - Avenida Sete de Setembro,2436
(41) 3222-1758 / 9924-3698 / 9132-6055   (falar com Galvani)
www.alamedaciateatral.blogspot.com
alamedaciateatral@gmail.com

Mais informações em http://www.casadamaite.com/node/10382

segunda-feira, 22 de março de 2010

A Parada Gay de Santo André esta marcada para 25 de Abril de 2010! Participe!

paradagay_santoandre_2010
A Parada Gay de Santo André já tem data marcada, será no dia 25 de Abril de 2010 e conta com as presenças de Léo Àquila, Salete Campari, Marcelo Gil e muito mais.

O local de concentração é na Avenida Dom Pedro II com a Rua Catequese Bairro Jardim Santo André. Próximo a estação de trem de Santo André.

O evento começa ao meio dia e é recomendado usar roupas leves, preservar arvores e canteiros e beber muita água neste dia de festividades e luta pelos direitos LGBTs (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgêneros). Recomende, indique aos amigos e participe!

PROGRAMA LEGAL? A PROSTITUIÇÃO MASCULINA EM SÃO PAULO!

prostituicao_masculina_saopaulo

O Espaço Entre Homens discute, no próximo dia 22/03/2010, o tema: PROGRAMA LEGAL? A PROSTITUIÇÃO MASCULINA EM SAMPA

> Por que um garoto vira michê?
> A profissão é de "vida fácil"?
> O que buscam os clientes
> Os riscos de se contratar um scort
> Preconceito, homofobia e violência
> Histórias curiosas
> Saúde e sexualidade
> Locais de trabalho: ruas, cinemas, saunas... e muito mais!

Tire todas as suas dúvidas e debata, sem medo, sem segredos e sem vergonha!

QUANDO
Segunda-feira, 22/03/10, 19h00

ONDE
UpGrade Club
Rua Santa Isabel, 198 - São Paulo, SP, perto do Metrô República.
Travessa da Amaral Gurgel, uma depois da Marquês de Itu
Telefone: (11) 3337-2028
* tocar a campainha para entrar | o bar estará aberto para os presentes

QUEM
Gays, bissexuais, travestis, transexuais, HSH, lésbicas, heterossexuais: todos e todas que contratam - ou não - os serviços de garotos de programa.

Sobre o Entre Homens
Gerenciado por Murilo Sarno, o Espaço Entre Homens visa a refletir, numa roda de conversa livre e espontânea, temas relacionados ao universo gay masculino.

quinta-feira, 18 de março de 2010

Discriminação Homossexual - São Paulo ganha 3 decretos a favor dos LGBTs em 2010

joseserra-decreto-lgbtNesta quarta-feira, dia 17, José Serra assinou três decretos que favorecem a comunidade LGBT no estado de São Paulo. O decreto de número 55.589 coloca o Secretário da Justiça e Defesa da Cidadania incubido de formar uma comissão de 5 membros para apurar queixas de atos discriminatórios e aplicar as penalidades previstas.

O decreto de 55.587 institui o Conselho Estaudal dos Direitos da População de lésbicas, Gays, Travestis e Transexuais, auxiliando na fiscalização e implantação de políticas públicas. Já o decreto 55.588 auxilia Travestis e Transexuais a terem o nome social que desejarem.

Embora os LGBTs ainda precisem de mais iniciativas deste tipo, não só no estado de São Paulo, José Serra deu um importante passo na luta pelos direitos das pessoas homossexuais.

PS: Faça o download de todos os decretos aqui (compactados em uma pasta ZIP).

terça-feira, 2 de março de 2010

Associação da Parada LGBT de SP ganha assistência jurídica - 2010

A Associação da Parada do Orgulho GLBT de São Paulo (APOGLBT), com intuito de defender e combater a discriminação e os preconceitos enfrentados por lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais, fechou parceria inédita com o escritório Lessi e Advogados Associados. O acordo visa atender mensalmente de forma gratuita os associados da APOGLBT e demais pessoas que procuram pelos serviços da entidade. A iniciativa partiu do presidente do escritório, Dr. Pedro Lessi, que representa vários casos de discriminação por orientação sexual.

O Dr. Lessi explica que a “parceria representa para a sociedade que o respeito à orientação sexual é um direito fundamental e uma garantia individual do ser humano”. A partir de agora, desde questões contratuais menores, como desrespeito ao uso da logomarca da APOGLBT, até questões de repercussão nacional, como ofensas públicas à população LGBT, poderão ser objeto de representação jurídica.

Para o presidente da APOGLBT, Alexandre Santos, o Xande, “esta parceria abre a possibilidade dos LGBT terem acesso à Justiça, pois o escritório vai atender a todas as ações que a Associação precisa a favor dessa comunidade”, e ressalta a importância do público LGBT poder reagir às ofensas diárias de apresentadores de TV, programas humorísticos de mau gosto ou religiosos que abrem campanhas de ataques ou ridicularizam nos meios de comunicação.

Já o tesoureiro da entidade, Manoel Zanini, reflete que por falta de ação nessa área o movimento LGBT e a Associação perdem oportunidades jurídicas importantes. “Com essa parceria os militantes e parceiros saberão que terão segurança para enfrentar qualquer espécie de discriminação perante a sociedade e os órgãos públicos”, conclui.

Dr. Lessi avalia ainda que a iniciativa é muito mais que uma parceria é criar jurisprudência (um conjunto das decisões legais) no segmento LGBT. “Hoje a população LGBT tem bastante visibilidade, mas poucas conquistas efetivas de direitos. Essa é uma oportunidade de mudar a história”, conclui o advogado.

Para mais informações sobre como obter assistência ou orientação jurídica em casos de homofobia ou negligência aos direitos constitucionais e civis, contate a APOGLBT pelo e-mail paradasp@paradasp.org.br ou pelo telefone (11) 3362-8266.

Informações para a imprensa:

Assessoria de Imprensa APOGLBT
Cezar Xavier: (11) 9963-1528 | assessoria.imprensa@paradasp.org.br
Leandro Rodrigues: (11) 9790-8538 | leandrorodrigues@paradasp.org.br

Assessoria de Imprensa Lessi Advogados
Fones: (11) 3259-5333 / 3129-7254
Gisele Rosa (11) 8121-5265 | jornalismo.gisele@hotmail.com / gisele.rosa@lessi.adv.br
Ricardo Cazarino (11) 9350-3333 | ricardo.cazarino@lessi.adv.br
Débora da Matta (11) 8246-3595 | debora.damata@lessi.adv.br
Letícia Lessi (11) 9140-7050 | lessi.ledrummond@lessi.adv.br